Mobilograma

Categorias: Dúvidas, Gestantes
Data: 30/06/2019   5762 Views  

O mobilograma ou teste de movimentação fetal é um instrumento para registro dos movimentos fetais, permite avaliar o bem-estar fetal na gravidez a partir da 34ª semana de gestação. A presença de pelo menos seis movimentos fetais em uma hora representa uma situação tranquilizadora.

mobilograma e movimento fetal

Imagem de ressonância mostrando os movimentos fetais no terceiro trimestre da gestação.

É uma maneira prática, barata e fácil para avaliar o bem estar fetal. Em situações aonde a função da placenta está comprometida e a oxigenação fetal é reduzida os movimentos fetais também diminuem. A movimentação reduzida é uma forma do feto economizar energia em situações aonde a função placentária não está ideal. Esta metodologia pode ser utilizada por qualquer gestante, porém tem maior aplicação nas gestações de alto risco.

A movimentação fetal pode variar de 4 a 100 movimentos por hora, a depender do horário do dia e das condições intra-uterinas. Eventualmente os movimentos fetais podem estar reduzidos pelo fato do bebê estar  simplesmente dormindo. Outras situações que podem reduzir a movimentação do bebê são o uso de drogas ou medicações pela mãe, a redução do líquido amniótico ou o sofrimento fetal. Os padrões de atividade fetal também mudam durante a evolução da gravidez.

Os movimentos iniciam-se já na fase embrionária, com cerca de 7 a 8 semanas de gestação. Entretanto a gestante só irá perceber os movimentos por volta da 20ª semana de gestação. A gestante uma vez instruída capta 70 a 80% dos movimentos maiores do feto. Entretanto, movimentos mais delicados (abrir e fechar os olhos e dedos), não são perceptíveis. Se você tem curiosidade de ler sobre a movimentação do bebê no útero, leia nosso post explicando com quantas semanas o bebê começa a mexer.

Quando é que o bebê movimenta mais?

Cada bebê se movimenta de uma maneira diferente. Por isso não espere que o seu segundo bebê se movimento com o primeiro movimentava. Além disso, você pode notar que seu bebê está mais ativo em determinados momentos do dia. É comum que as pessoas grávidas percebam mais movimento depois de comer uma refeição. Isto é devido ao aumento do açúcar (glicose) no sangue. Por isso que existe aquele mito de comer chocolate antes do exame de ultrassom, mas nós já desmitificamos isso em outro aqui no site!

Outros gestantes notam mais movimento à noite, quando vão para a cama. Isso provavelmente acontece pois nesse momento não há outra coisa tirando a atenção da gestante. Dessa forma, naturalmente ela percebe mais movimentos, mesmo que o bebê esteja mexendo até menos do que mexia durante o dia. Também pode acontecer de você simplesmente não sentir seu bebê se mexendo durante o dia porque está ocupada, no trabalho ou cuidando de seus outros filhos.

De uma maneira geral, sabemos que os bebês costumam mexer mais à noite. Isso acontece provavelmente porque durante o dia os movimentos do corpo da mamãe acabam embalando o bebê. Por isso ele acaba dormindo mais durante o dia.

Os bebês mexem menos no fim da gestação

Sim, isso é verdade. Com o fim da gestação o bebê acaba encaixando. Além disso o espaço para que ele possa se movimentar é menor. Em função destas duas situações é comum que a mamãe perceba menos movimentos fetais no fim da gestação. Portanto se você está preocupada que o bebê está mexendo menos, faça um mobilograma! Dessa forma você poderá controlar exatamente se ele está movimentando de maneira adequada ou não.

Como fazer o mobilograma?

Para realizar o mobilograma a gestante deve inicialmente se alimentar (o jejum prolongado reduz a movimentação fetal). Depois é importante que a atenção da gestante esteja voltada para a captação dos movimentos, então é recomendado deitar-se do lado esquerdo ou sentar-se em um local calmo, colocando sem a mão sobre o abdômen. Depois é só ficar contando por uma hora quantas vezes o bebê mexeu e anotar em um papel ou aplicativo. Sempre que o bebê mexer menos de 6 vezes por hora é importante procurar a maternidade ou conversar com o seu médico para verificar se existe necessidade de mais alguma forma de avaliar o bem estar do bebê. Alguns exames como a cardiotocografia, perfil biofísico fetal ou Dopplervelocimetria poderão ser solicitados.

Você pode baixar aqui nosso modelo de mobilograma abaixo para controlar a movimentação do seu bebê.

MOBILOGRAMA

Referências

  1. Ministério da Saúde
Categorias: Dúvidas, Gestantes
Data: 30/06/2019   5762 Views