Alimentos para azia na gravidez

Categorias: Dicas, Gestantes
Data: 19/09/2022   18 Views  

A azia na gravidez é mais uma das queixas mais comuns que as mulheres apresentam no período de gestação. Dessa maneira, é comum ir atrás de soluções rápidas como alimentos ou bebidas que podem diminuir o incômodo. 

Explicamos as causas, sintomas e alguns hábitos alimentares que podem ser incluídos para reduzir esse desconforto durante este período.

Quais os sintomas que podem aparecer junto com a azia?

Além da azia, alguns outros sintomas do aparelho digestório podem aparecer durante este período. Entre eles podemos citar a queimação para baixo da garganta, o gosto amargo na boca e impressão de estômago cheio constantemente. 

Além de desconforto no tórax, tosse e produção de saliva em grandes quantidades. E por fim, dificuldades para digerir e engolir os alimentos e pressentimento de acidez na boca.

Causas dos sintomas gastro-intestinais na gravidez

A sensação de azia geralmente ocorre a partir do segundo trimestre durante a gestação. Existem alguns diferentes motivos para isso, sendo uma delas as alterações hormonais que ocorrem nos corpos das mulheres.

O nosso trato gastro-intestinal é provido de músculos que fazem com que o alimento seja transportado e também alguns músculos que atuam como válvulas, impedindo o retorno deste alimento para a porção anterior.

O transporte do alimento é realizado pela musculatura lisa. No intestino, por exemplo, isso é bastante evidente. A musculatura do intestino esta de maneira involuntária constantemente contraindo para empurrar o conteúdo intestinal para frente.

Já os músculos que impedem o retorno dos alimentos se chamam esfíncteres. Na entrada do estômago, na sua transição com o esôfago, existe o esfíncter esofágico, que impede o retorno do alimento do estômago para o esôfago.

Durante a gravidez existe no sangue da gestante um hormônio chamado progesterona. A progesterona tem uma série de efeitos benéficos para a gravidez, mas também possui alguns efeitos colaterais indesejados. Um exemplo destes efeitos indesejados é o relaxamento da musculatura lisa. Logo os esfíncteres ficam mais relaxados e a musculatura do intestino trabalha de forma mais “lenta”.

Em consequência disso, temos o efeito do intestino não funcionar bem, ficar cheio de gases e provocando uma distensão do abdome. Além disso os esfíncteres ficam com menor tônus. Isto causa, por exemplo, o refluxo gastroesofágico pois o esfíncter do esôfago fica mais “relaxado”. Este retorno do conteúdo do estômago para o esôfago causa os sintomas de queimação e azia.

Outro motivo é a evolução natural do bebê, de maneira que, ao crescer na barriga, acaba movendo o estômago para cima, o que resulta na azia.

Alimentos que podem ajudar a reduzir a azia na gravidez

A azia normalmente melhora com mudanças e cuidados na alimentação. Uma opção prática é optar por alimentos que podem auxiliar na diminuição dos sintomas da azia.

Logo, comer frutas que ajudam a controlar a sensação de acidez no estômago, como maçã ou pera, é uma alternativa. Ou, consumir produtos gelados, por exemplo, sorvetes, águas e sucos irão ajudar a aliviar os sintomas.

Alimentação Saudável Ajuda com a Azia na Gravidez

Uma alimentação saudável e balanceada ajuda a reduzir o sintoma de azia na gravidez.

Outra opção caseira, é o suco de melão que apresenta em sua composição o magnésio, um contribuinte que ajuda a diminuir a acidez e melhora os sintomas. 

Também é interessante preparar refeições com temperos perfumados, por exemplo, manjericão e coentro ou louro. Pois, possuem características que diminuem a frequência de espasmos na região do estômago melhorando a sensação de bem estar.

Uma última opção é consumir mel, por ser abundante em substâncias que favorecem a digestão. Incluir banana na dieta também é uma opção, porque apresenta elementos protetores das paredes do estômago e esôfago. 

No caso de nenhuma das opções funcionarem e os sintomas persistirem, é recomendável ir ao seu médico(a) para verificar e possivelmente indicar alguns remédios com base em cálcio ou magnésio. 

Lembrando que, para o uso de medicamentos é necessário o acompanhamento médico para evitar possíveis problemas ao bebê.

Outra dica importante para aliviar a azia é fazer várias refeições durante o dia. Ai invés de fazer uma refeição grande, divida a quantidade de alimento para fazer mais refeições, evitando assim a azia na gravidez.

Alimentos para evitar

Além dos alimentos que ajudam a diminuir os sintomas, uma boa alternativa é prevenir que aconteça as sensações desagradáveis da azia. Dessa forma, alguns alimentos são recomendados a se evitar neste período. 

Um deles são as bebidas com cafeína, pelo motivo de essa substância ser um incentivador do movimento gástrico, de maneira que permite a saída do suco gástrico e pode provocar a azia e sensação de queimação.

Outros alimentos para se esquivar são os temperos ou molhos, por exemplo, pimenta ou mostarda, que acabam por causar irritação e inflamação na barriga. 

Bebidas alcoólicas também estão contra-indicadas na gestação. Além de piorarem o sintoma de azia podem causar a síndrome do alcoolismo fetal.

Chá preto também é responsável por piorar os sintomas de refluxo, e portanto evitar estes chás durante a gravidez, em especial nos períodos de maior azia é bastante interessante.

Evite também gorduras, chocolate, frutas cítricas, tomate, vinagre e bebidas gaseificadas. Estes alimentões são vilões que produzem o sintoma de azia.

Se você tem dúvidas sobre o que consumir uma consulta e acompanhamento com nutricionista também pode ajudar a orientar sua alimentação. Lembre-se que as mamães podem manter o seu bem estar com uma alimentação saudável, evitando ao máximo o uso de medicações.

Categorias: Dicas, Gestantes
Data: 19/09/2022   18 Views