A dor da Endometriose Ilustrada

Categorias: Gestantes, Notícias
Data: 22/12/2019   196 Views  

Endometriose é uma doença aonde células semelhantes ao endométrio (camada interna do útero) crescem em locais diferentes da pelve. A endometriose frequentemente acomete os ovários, trompas e o tecido que envolve o útero (peritônio). Os principais sintomas causados pela endometriose são a dor pélvica e a infertilidade. A maquiadora Andrea Baines, 34 anos, tentou ilustrar as cicatrizes que a doença deixaria caso marcasse o corpo externamente.

Só porque você não vê, não significa que não exista. #endometriose

Depois de décadas vivendo com uma doença invisível e insuportável, a maquiadora Andrea Baines estava determinada a conscientizar sobre a verdadeira dor da endometriose. Então Andrea ilustrou lesões de endometriose na modelo Rachel Berwick que também sobre da doença.

“É muito importante que doenças invisíveis sejam reconhecidas, ” ela informou ao Kidspot.

“Já é traumático o suficiente para o doente lidar com a dor, sem sentir que está mentindo sobre sua condição”.

“Pode ser extremamente isolado viver com uma condição que ninguém pode ver. E é muito importante que as mulheres levem essa dor a sério – porque não é normal viver com dor crônica. Não se trata simplesmente em ‘ser mulher’

Rachel e Andrea se preparando para a sessão de fotos.

O problema da Endometriose

A endometriose acomete 175 milhões de mulheres em todo o mundo, incluindo 1,5 milhão no Reino Unido e 16,5 milhões nos EUA. No Brasil estima-se que cerca de 6 milhões de mulheres tenham a doença. De acordo com a Associação Brasileira de Endometriose, 15% das mulheres em idade reprodutiva (13 a 45 anos) têm a doença. Antigamente, considerava- se que a maior frequência de endometriose ocorria após os 30 anos. Mas, com a evolução dos exames de imagem, observa-se a presença da doença entre mulheres mais jovens, inclusive adolescentes. Em 5% dos casos o problema pode ocorrer ou persistir após a menopausa.

Os sintomas mais comuns incluem sangramento menstrual aumentado, dor na região pélvica, dor durante o sexo e sangramento irregular.

Muitas mulheres não são diagnosticadas há anos porque apenas pensam que seu sangramento e dor são normais. Muitas vezes também é necessário uma cirurgia chamada videolaparoscopia para o diagnóstico definitivo.

Leva uma média de 7,5 anos entre as mulheres procurar um médico e o diagnóstico definitivo ser definido. Caso tenha sintomas de endometriose procura seu ginecologista e converse com ele sobre o exame de pesquisa de endometriose.

Categorias: Gestantes, Notícias
Data: 22/12/2019   196 Views