Mudanças sazonais e dependentes da idade na duração do ciclo menstrual e na temperatura corporal com base em Big Data

Categorias: Artigos, Médicos
Data: 07/10/2020   67 Views  
Tatsumi, Takayuki MD, PhD; Sampei, Makiko RN, MPH; Saito, Kazuki MD, PhD; Honda, Yuka PhD; Okazaki, Yuka MD; Arata, Naoko MD, PhD; Narumi, Kanako MD; Morisaki, Naho MD, PhD; Ishikawa, Tomonori MD, PhD; Narumi, Satoshi MD, PhD

> Obstetrics & Gynecology: October 2020 – Volume 136 – Issue 4 – p 666-674

Objetivo

Avaliar os efeitos da idade e estação do ano sobre a duração do ciclo menstrual e a temperatura corporal basal (TCB). Também examinamos os efeitos do clima na duração do ciclo e no TCB, levando em consideração as características geográficas e sociais japonesas.

Método

Neste estudo de coorte retrospectivo, analisamos dados de 6 milhões de ciclos menstruais inseridos em um aplicativo de smartphone de 310.000 mulheres de 2016 a 2017. Apenas aquelas que entraram com mais de 10 ciclos em 2 anos foram incluídas. Equações de estimativa generalizadas foram usadas para ajustar fatores de confusão e correlações intrapessoais de múltiplos registros. A análise de regressão múltipla foi conduzida, com idade, temperatura média externa, quantidade de precipitação e horas de sol como fatores de confusão.

Resultados

A duração média do ciclo menstrual aumentou dos 15-23 anos de idade, diminuiu subsequentemente até os 45 anos e depois aumentou novamente. A temperatura corporal média da fase folicular não mostrou alterações dependentes da idade, mas a temperatura corporal da fase lútea aumentou gradualmente até 29 anos e então se estabilizou e começou a diminuir após os 42 anos. Foi observada associação significativa entre temperatura externa e temperatura corporal (fase folicular e lútea), embora a duração do ciclo menstrual não tenha mostrado tal associação.

Mudanças no Ciclo Menstrual Idade Dependentes

Mudanças dependentes da idade da duração do ciclo menstrual (A), temperatura da fase folicular (B), temperatura da fase lútea (C) e Δ temperatura corporal basal (D). Médias aparadas de cinco por cento (linhas) e SDs (área sombreada) são mostradas.

Conclusão

Esses resultados, derivados de dados inseridos automaticamente em um aplicativo de smartphone, revelaram mudanças sazonais e dependentes da idade não reconhecidas na duração do ciclo menstrual e na TCB, o que contribuirá para um melhor entendimento da saúde reprodutiva feminina no mundo moderno.

Nossa análise baseada em aplicativo de smartphone de 6 milhões de ciclos menstruais entre mulheres japonesas encontrou mudanças sazonais e dependentes da idade na duração do ciclo e na temperatura corporal basal.

Artigo Original: Age-Dependent and Seasonal Changes in Menstrual Cycle Length and Body Temperature Based on Big Data

Categorias: Artigos, Médicos
Data: 07/10/2020   67 Views