Tâmaras ajudam no trabalho de parto?

Categorias: Dicas, Gestantes
Data: 29/10/2022   48 Views  

Se você está grávida e quer ter um parto normal, já deve ter ouvido falar ou lido em algum canto da internet que comer tâmaras durante a gravidez pode ajudar. Pois bem, se você é essa gestante que ouviu falar sobre o efeito das tâmaras na gravidez, nós escrevemos este texto para te ajudar.

Contudo, antes de plantar uma tamareira em casa vamos compreender de onde vem a idéia de que o consumo de tâmaras poderia ajudar.

De onde vem a história da tâmara no parto?

Em primeiro lugar, a utilização da medicina complementar ou alternativa durante a gravidez é uma situação bastante conhecida. Ao contrário da medicina tradicional, a medicina complementar ou alternativa utiliza práticas de atenção a saúde com base em hábitos culturais.

Enfim, o uso destas práticas é motivado pela crença de que estas condutas são uma alternativa mais segura do que os métodos farmacológicos, preconizados pela medicina tradicional.

Trabalho de Parto

As tâmaras podem ajudar a reduzir a necessidade de indução do parto e fazer com que a duração do trabalho de parto seja menor.

Uso de fitoterápicos na gestação

Em primeiro lugar, a prevalência do uso de fitoterápicos durante a gravidez varia entre os países, sendo de 6 a 9% no Canadá e nos EUA, cerca de 50% na Europa Oriental e Austrália e até 69% na Rússia.

Afinal esses produtos são usados para várias condições médicas em obstetrícia e ginecologia, inclusive para indução do parto.

Sobretudo, a tâmara é um produto com ampla disponibilidade, que contém vários macronutrientes, incluindo um alto teor de açúcar. Estudos demonstraram que os extratos de tâmaras possuem propriedades antibacterianas e antifúngicas, bem como atividade anti-mutagênica e antiaterogênica.

A tâmara ainda exerce efeitos favoráveis sobre o aparelho reprodutor feminino. Vários estudos examinaram a influência do consumo de tâmaras durante o final da gravidez nos resultados do parto, produzindo resultados positivos!

Como a tâmara influencia o parto normal?

Obviamente muitos pesquisadores procuram formas de melhorar a experiência de um parto normal, tornando ele mais rápido e menos desconfortável para as mulheres.

A indução do trabalho de parto pode ser necessária em até 25% dos casos. Ou seja, cerca de 25% das mulheres chegaram no fim da gestação sem nenhum sintoma de contrações. Será necessário então a indução do parto com medicações.

Entretanto a indução do parto necessita de medicações como a ocitocina para induzir a contração muscular do útero. Entretanto a indução do parto está associada a diversos fenômenos adversos para a mãe e para o feto.

Por isso caso o consumo de frutos possa reduzir a necessidade de indução do parto, esta é uma informação extremamente importante. De acordo com uma meta-análise publicada em 2020, iremos verificar a ciência por trás do mito que as tâmaras influenciam o parto.

Dados científicos sobre a influência do consumo de tâmaras e o parto normal

Primeiramente é importante comentar que a necessidade de indução do trabalho de parto e a duração do mesmo são duas grandezas que podem ser medidas para identificar se o trabalho de parto é mais “fácil” ou não. Dessa forma, na meta-análise sobre o uso de tâmaras para ajudar no trabalho de parto estas duas grandezas foram estudas em 4 publicações sobre o assunto.

Assim, segundo os dados publicados, o consumo de tâmaras por mulheres que estão grávidas pela primeira vez durante várias semanas antes do parto podem trazer benefícios para estes dois indicadores.

Conforme os achados do estudo, é possível que o consumo da fruta reduza a necessidade de indução do parto em até metade dos casos. Além disso a fruta da tâmara pode ter um efeito benéfico na duração do trabalho de parto, especialmente pelo encurtamento de 4 horas da fase latente.

Entretanto é importante observar que a chance de necessitar de uma cesárea não variou nos grupos que usaram ou não a tâmara.

Quantas tâmaras é preciso consumir para obter este benefício

A princípio, nos estudos incluídos nesta análise, as gestantes foram instruídas a consumir de 6 a 7 pedaços de tâmaras por dia. Ou seja, cerca de 60 a 80 gramas por dia. O consumo deve ser iniciado entre a 36a e 38a semana de gestação.

Tâmaras

Comendo algumas tâmaras após a 36 semana você pode diminuir a necessidade de indução do trabalho de parto.

Composição química da Tâmara

A princípio, a composição química da tâmara varia de acordo com a sua maturação, o ambiente de cultivo e as condições pós-colheita. Igualmente, as atividades nutricionais e medicinais da tâmara, estão relacionadas à sua composição química. Cem gramas de tâmaras fornecem 277Kcal de energia e contém 1,8g de proteína e 6,7g de fibra. Então, a quantidade de outros nutrientes essenciais por 100g de tâmaras é mencionada abaixo:

CompostoRecomendação Diária100 g de Tâmaras
Folato600 mcg15 mcg
Ferro27 mg0,9 mg
Vitamina K90 mcg2,7 mcg
Magnésio350 a 360 mg54 mg
Potássio2.900 mg696 mg

8 Benefícios do consumo das tâmaras durante a gestação

Mas afinal, quais são os benefícios de consumir a tâmara durante a gravidez? Vamos listar aqui os principais benefícios da tâmara:

  1. Ajudam a fazer o intestino funcionar: como toda gestante sabe, a prisão de ventre é uma queixa comum na gravidez. As tâmaras, por serem ricas em fibras ajudam a manter o intestino saudável e aliviar a constipação associada a gravidez.
  2. São fonte de energia: além das fibras, as tâmaras possuem diversos nutrientes que são fundamentais para a sua alimentação.
  3. Possuem proteínas: as proteínas são formadas pela união de vários aminoácidos. Quando as tâmaras são digeridas as suas proteínas são quebradas em aminoácidos e estes são usados para formar as proteínas do bebê também.
  4. Previne os defeitos congênitos: você já deve ter ouvido que o ácido fólico é importante para a formação do bebê. As tâmaras são uma boa fonte de folato, o que ajuda a previnir os defeitos do tubo neural, como a mielomeningocele.
  5. É uma fonte de vitamina K: a vitamina K é importante para o nosso sistema de coagulação além de ajudar no desenvolvimento ósseo.
  6. A tâmara contém ferro: a suplementação com a fruta tâmara ajuda a repor as reservas de ferro, o que é muito importante para a gestante. Lembre-se que a anemia pode causar uma série de problemas durante a gravidez, inclusive o trabalho de parto prematuro.
  7. Contém ferro: as tâmaras contêm alguma quantidade de ferro e podem ajudar na prevenção da anemia durante a gravidez.
  8. Ajuda a formar os ossos e os dentes do bebê: a presença de magnésio nas tâmaras também é importante. Esse mineral é fundamental para a formação dos dentes e ossos do bebê. Ele também ajuda a regular os níveis de açúcar no sangue e a pressão arterial.

Outros benefícios da fruta

E não é só isso! Além disso, a tâmara também é um alimento que possui diversos compostos como outras vitaminas e antioxidantes. Por isso a sua ação vai muito além de manter o nosso bem estar. Então o seu consumo é capaz de ajudar na nossa memória e a fruta ainda possui propriedades anti inflamatórias. Por isso ela pode ser recomendada para melhorar o nosso sistema imunológico. Portanto pode ser recomendada para portadores de doenças neurodegenerativas ou doença de Alzheimer.

Por fim, os antioxidantes presentes no fruto podem inclusive reduzir a propensão a formação de células cancerígenas!

Após todas essas informações positivas aposto que você já está pensando em plantar uma tamareira em casa não é? Mas não precisa se preocupar, ela é facilmente encontrada em supermercados. E então, bora provar uma tâmara?

Referências

  1. 8 Benefits Of Dates During Pregnancy And How They Ease Labor
  2. Sagi-Dain L, Sagi S. The effect of late pregnancy date fruit consumption on delivery progress – A meta-analysis. Explore (NY). 2021 Nov-Dec;17(6):569-573.
Categorias: Dicas, Gestantes
Data: 29/10/2022   48 Views