Recomendação da American Diabetes Association (ADA) para o Diagnóstico e Classificação da Hiperglicemia na Gravidez 2010

Categorias: Médicos, Protocolos médicos
Data: 30/09/2014   17226 Views  

Protocolo

O Gurpo de Estudo da Associação Internacional de Diabetes e Gestação (International Association of Diabetes and Pregnancy Study Groups – IADPSG) fez nova recomendação sobre o rastreamento da hiperglicemia em gestantes que consiste em duas fases: um rastreamento precoce para diabetes e um teste de tolerância oral à glicose com 75g de glicose.

A primeira fase da estratégia foi definida por uma opinião consensual e objetiva identificar mulheres com diabetes na primeira consulta de pré-natal. Não foi considerada viável a opção de um único teste. Embora muitos membros do painel de consenso sugerissem a hemoglobina glicosilada para a detecção de diabetes na gravidez, a prevalência de variantes da hemoglobina em algumas populações, bem como custos e questões de padronização fizeram que seu uso não fosse recomendado.

A segunda fase da estratégia envolve a realização de um teste de tolerância oral a glicose com sobrecarga de 75g em 2h, entre 24 a 28 semanas em todas as mulheres que tiveram rastreamento negativo na primeira fase.

Estratégia de Rastreamento

I Primeira Visita de Pré-Natal

Medida da GlicemiaLimite Definido no Consenso para Diagnóstico de Diabetes
Glicemia Jejum‡    > 7.0 mmol/L (126 mg/dl)
Hemoglobina Glicosilada‡    > 6.5% (DCCT/UKPDS padronizada)
Glicemia (aleatória)    > 11.1 mmol/l (200 mg/dl) + confirmação §

  • Se o resultado for positivo, tratar como diabetes pré-existente

  • Se o resultado for negativo para diabetes mas a glicemia de jejum estiver entre > 5.1 mmol/l (92 mg/dl) e < 7.0 mmol/l (126 mg/dl), considerar como diabetes gestacional

  • Se o resultado for negativo para diabetes e a glicemia de jejum for < 5.1 mmol/l (92 mg/dl), testar para diabetes gestacional entre 24 e 28 semanas com TOTG 75g

 ‡ Um destes deve ser positivo para identificar pacientes com diabetes prévio. 
§ Se uma glicemia aleatória for utilizada para o diagnóstico, deverá ser confirmada por glicemia de jejum ou hemoglobina glicosilada.

II Entre 24 e 28 semanas de gestação

Realizar um TOTG com 75g de glicose após uma noite de jejum. Realizar apenas em mulheres em diagnóstico prévio de diabetes.

Pontos de Corte para Diagnóstico de Diabetes Gestacional


 Concentração de Glicose*
 
Medidammol/lmg/dl

Jejum5.192
1-h10.0180
2-h8.5153

*Um ou mais destes valores alterados com um TOTG de 75g faz o diagnóstico de diabetes.

 

  • Diagnosticar como diabetes prévio se a glicemia de jejum for > 7.0 mmol/l (126 mg/dl)

  • Diagnosticar como diabetes gestacional se um ou mais valores igualar ou exceder os pontos de corte da tabela 2

  • Diagnosticar como normal se todos os valores to TOTG forem inferiores aos pontos de corte indicados na tabela 2

 

A glicemia puerperal deve ser realizada em todas as mulheres com diagnóstico de diabetes durante a gestação

Fonte:International Association of Diabetes and Pregnancy Study Groups Consensus Panel.International association of diabetes and pregnancy study groups recommendations on the diagnosis and classification of hyperglycemia in pregnancy. Diabetes Care. 2010 Mar;33(3):676-82.

Veja também: O que é diabetes Gestacional? e Diabetes tipo I e Gravidez

Categorias: Médicos, Protocolos médicos
Data: 30/09/2014   17226 Views