Permitido X Proibido: principais cuidados no primeiro trimestre da gravidez

Categorias: Dicas, Gestantes
Data: 04/10/2021   81 Views  

Caracteriza-se como primeiro trimestre da gravidez o período que abrange da primeira à décima segunda semana de gestação. O primeiro trimestre é um período importantíssimo e que demanda muitas cautelas por parte da gestante. É neste período que ocorre a fase chamada organogênese. A organogênese é a fase em que todos os órgãos do bebê estão em formação.

Este fase é conhecida como fase “tudo ou nada”. Ela é conhecida assim pois problemas nesta fase ou acabam gerando um abortamento em função da sua gravidade ou simplesmente não causam nada. 

Apesar das recomendações abaixo serem bastante importantes para o primeiro trimestre, estes cuidados devem se estender por aproximadamente 40 semanas, tempo que normalmente dura uma gestação.

Aliás, é importante levar em conta que a mulher não costuma descobrir na primeira semana que está grávida. Normalmente leva um tempo e ainda é preciso correr atrás do tempo perdido.

Portanto, para assegurar a saúde da mãe e da criança é fundamental adotar determinadas medidas de cuidado.

Até porque pequenas especificidades fazem toda a diferença durante o início da gestação. Por exemplo, até mesmo os níveis hormonais podem acarretar problemas caso não haja resguardo por parte da futura mãe.

Continue a leitura e compreensão o que é permitido e o que é proibido no primeiro trimestre da gravidez.

Cuidados do Início da Gravidez

Não praticar exercícios com grande impacto

Sim, é muito importante se exercitar e manter uma rotina saudável durante a gestação. Contudo, é importante optar, durante este período, por atividades físicas que não sejam tão invasivos e que não demandem tanta energia e acrobacias. Especialmente se a futura mãe não tiver familiaridade com a prática em questão. Se você quiser saber tudo sobre a atividade física na gestação não deixe de ler o post: Grávida pode Fazer Exercícios?

Não ingerir bebidas alcoólicas

Esta proibição vai perdurar por toda a gravidez de uma pessoa. O consumo de bebidas alcoólicas é expressamente contraindicado para mulheres que estejam grávidas.

Isso ocorre, porque entre os problemas que o álcool pode ocasionar na gravidez encontra-se a síndrome alcoólica fetal.

Cuidados na alimentação

No que concerne a alimentação, a gestante deve prestar bastante atenção aos alimentos que irá consumir, discernindo o que faz bem ou mal para a criança.

Por exemplo, carne crua ou malpassada deve ser expressamente proibida para o consumo da gestante. Isto se deve ao fato de que esses alimentos podem transmitir a toxoplasmose, doença que pode passar para o bebê.

Da mesma forma, é necessário ter atenção redobrada com frutas e legumes, sempre fazendo a limpeza adequada destes alimentos.

Por outro lado, a mulher grávida pode se alimentar bastante de proteínas. Isso implica dizer que pode consumir produtos como batata, arroz e castanhas, por exemplo.

Não fumar

Eis algo totalmente fora de cogitação para quem está grávida. O cigarro é uma substância que deve ser mantida longe de pessoas gestantes.

Afinal, o produto em questão interfere de maneira negativa no desenvolvimento da criança, fazendo mal, também, para a gestante.

Consultar um dentista no início da gravidez

Existem determinadas substâncias odontológicas que não devem ser utilizadas quando a gravidez estiver em estado avançado.

Portanto, o ideal é agendar uma consulta com um dentista ainda no início da gestação, uma vez que com o decorrer do tempo pode tornar-se inviável.

Além disso alguns problemas com a saúde bucal podem interferir na gestação, causando inclusive o trabalho de parto prematuro.

Evitar automedicação

É preciso tomar muito cuidado com a questão referente aos remédios. Automedicação é algo bastante perigoso para gestantes.

Até porque o corpo comporta-se de outra maneira durante a gravidez e é melhor não correr riscos de consumir uma medicação que possa causar efeito adverso na saúde da mãe e do bebê.

Portanto, sempre consultar um médico quando for consumir alguma medicação à parte.

Categorias: Dicas, Gestantes
Data: 04/10/2021   81 Views