O que você precisa saber sobre o Teste do Pezinho?

Categorias: Dúvidas, Gestantes
Data: 12/06/2020   151 Views  

Teste do Pezinho um exame laboratorial gratuito e obrigatório realizado nos primeiros dias de vida de um recém-nascido. Na verdade o nome do teste é Teste de Guthrie em homenagem ao médico norte americano Robert Guthrie que desenvolveu a metodologia para o teste em 1962.

A idéia por trás do teste do pezinho é identificar precocemente algumas doenças que podem causar danos irreversíveis ao bebê durante o seu desenvolvimento. Deve ser realizado precocemente (antes dos sintomas aparecerem) para que um tratamento possa ser instituído evitando assim que danos irreversíveis aconteçam. O teste do pezinho é um exame que constata, antes mesmo do surgimento dos sintomas, doenças de origem metabólica, infecciosa e genética.

Robert Guthrie - Teste do Pezinho

Dr. Robert Guthrie, pai da Triagem Neonatal olhando para um bebê que foi beneficiado pelo teste em 1982.

Como é feito o teste do pezinho?

Um pouco antes da alta hospitalar, após o parto, algumas gotas de sangue são coletadas o calcanhar do bebê e colocadas num papel filtro. Esse papel filtro é enviado ao laboratório para que sejam realizados os devidos testes. Todos os recém-nascidos devem fazer o teste do pezinho. Qualquer pessoa pode ter um filho com doença rara, mesmo que não exista histórico familiar.

Quais doenças são detectadas no teste do pezinho?

É importante dizer que o teste do pezinho é um método de rastreamento. Portanto quem tiver um teste do pezinho alterado tem uma chance maior de apresentar a doença. Para a confirmação da doença exames específicos deverão ser realizados. As doenças habitualmente rastreadas são:

  • Deficiência de Biotinidase
  • Fenilcetonúria
  • Fibrose Cistica
  • Hemoglobinopatias
  • Hiperplasia Adrenal Congênita
  • Hipotireoidismo Congênito

Os pais terão a opção também o teste do pezinho ampliado e do teste do pezinho avançado. O primeiro é capaz de detectar cinco outras doenças e o segundo permite diagnosticar em torno de 45 doenças. O exame básico é gratuito e obrigatório por lei em todo o território nacional.

Além do teste do pezinho outros testes de triagem neonatal com o teste da Linguinha, Orelhinha, Coraçãozinho e Olhinho podem ser realizados.

Qual o prazo para fazer o teste do pezinho?

O teste do pezinho deve ser preferencialmente feito entre o 3º e o 7º dias de vida. Nesse período o teste tem maior sensibilidade e portanto terá melhor desempenho. Na impossibilidade de realizar o exame neste período ele pode ser realizado a partir de 48 horas de vida até 30 dias após o nascimento.

Geralmente o teste do pezinho é coletado na maternidade antes da alta do bebê. Se o teste do pezinho não foi coletado na maternidade você deve procurar o posto de saúde mais próximo o mais rápido possível para realizar o teste do pezinho.

Como consultar o teste do pezinho?

No Paraná a Fundação Ecumênica de Proteção ao Excepcional (FEPE) é o único serviço de referência em triagem neonatal credenciado ao Ministério da Saúde para execução do Programa Nacional de Triagem Neonatal.

Quando é feita a coleta do exame, a unidade coletora entrega o informativo (papel amarelo) aos pais Para a retirada pela internet do resultado basta seguir as seguintes etapas:

  1. Visite o site da FEPE (https://www.fepe.org.br/) e preencha os dados no ícone Teste do Pezinho:

a) DNV (Declaração de Nascido Vivo): é fornecida pela unidade coletora e está localizada na parte superior, lado esquerdo do informativo aos pais. Preencher somente os números. Este número também consta na Carteira de Vacina da Criança ou na Certidão de Nascimento. Se não localizar o número da DNV, colocar somente o número 0 (zero);

b) SENHA: a senha está localizada no Informativo aos Pais, parte superior, lado direito. Preencher somente os números;

c) NASCIMENTO: colocar a data de nascimento da criança (dois dígitos para o dia, dois dígitos para o mês e quatro dígitos para o ano). Não colocar barras, pois elas surgem automaticamente;

d) Clique em resultado para visualizar o laudo

e) O laudo visualizado fica disponível na internet por aproximadamente 90 dias, deve ser impresso ou salvo em arquivo de sua preferência.

Referências

  1. The Robert Guthrie Legacy Project
  2. Guthrie, R & Susi, A. A simple phenylalanine method for detecting phenylketonuria in large populations of newborn infants
Categorias: Dúvidas, Gestantes
Data: 12/06/2020   151 Views