O que é sinéquia uterina?

Categorias: Dúvidas, Gestantes
Data: 02/09/2018   6166 Views  

Sinéquia uterina é uma “cicatriz” que ocorre no revestimento interno do útero. De tal sorte que podem causar uma sintomatologia variada, podendo ser desde assintomáticas até causa infertilidade ou ausência de menstruação (Síndrome de Asherman). As sinéquias são “pontes” de tecido cicatricial que conectam paredes uterinas opostas. Assim sendo tais pontes podem envolver apenas endométrio, camada basal ou miométrio, com repercussões distintas e complexidade terapêutica diferente. Podem aparecer em lugares diferentes e ocorrer em qualquer área do canal cervical ou cavidade uterina.

Sinéquia Uterina

Causas

A principal causa da formação de sinequia uterina é a curetagem uterina realizada imediatamente após parto ou aborto. A camada basal do endométrio, ou até mesmo o miométrio uterino, é exposta e, quando em contato com a parede oposta, formará uma reação de cicatrização anexando uma parede à outra.  Outras causas menos comuns são a infecção e cirurgias uterinas como a remoção de pólipos ou mesmo uma o peração cesariana.

Sinéquia Uterina e Gravidez

Em princípio, a sinéquia uterina não causa complicações na gestação. Muitas vezes, durante o exame de ultrassom pode ser confundida com uma banda amniótica. Às vezes uma sinéquia uterina pode causar uma apresentação fetal anômala por dificultar a movimentação do feto na cavidade uterina. Mais raramente pode causar um parto prematuro ou um abortamento.

Diagnóstico

O diagnóstico é feito por meio da histeroscopia – técnica complementar de diagnóstico que serve para observar os tecidos da parte interna do útero (endocolo e endométrio) bem como as características da cavidade uterina. Neste exame uma pequena câmera de vídeo é inserida na cavidade uterina através do colo uterino para identificar problemas e eventualmente já realizar o tratamento. O diagnóstico também pode ser feito por ultrassom, entretanto muitas vezes uma sinéquia uterina não será vista ao ultrassom. Idealmente, para identificar uma sinéquia uterina ao ultrassom precisamos colocar líquido na cavidade uterina e este exame é chamado histerosonografia.

Tratamento

O tratamento de uma sinéquia uterina é feito durante a histeroscopia com a lise (quebra) das aderências. Eventualmente pode ser feito também por uma curetagem uterina. Em seguida é colocado um dispositivo intrauterino para evitar que volte a ocorrer seguido de terapêutica com doses elevadas de estrogénio durante dois a três meses para estimular o pleno desenvolvimento do revestimento do útero nas zonas de ferida cirúrgica.

Referências

  1. Gen Medicina
  2. Sonoworld
Categorias: Dúvidas, Gestantes
Data: 02/09/2018   6166 Views