O que é o corpo lúteo?

Categorias: Dúvidas, Gestantes, Termos
Data: 04/09/2020   3446 Views  

O corpo lúteo é uma estrutura que é formada nos ovários logo após a ovulação. Os ovários são duas estruturas arredondadas que ficam ao lado do útero e são responsáveis por liberar os óvulos durante o o ciclo menstrual. Todos os meses os ovários são estimulados durante o ciclo menstrual e um folículo amadurece, liberando um óvulo. O óvulo quando fecundado irá ser captado pelas trompas por onde seguirá até o útero para formar o embrião.

Corpo Lúteo

Esquema do Ciclo Ovulatório mostrando um ovário e todas as fases de um folículo até a ovulação e formação do corpo lúteo.

Após a liberação do óvulo, forma-se o corpo lúteo. Ele nada mais é do que uma cicatriz que se forma no local onde o óvulo foi liberado. Durante o ciclo menstrual e caso ocorra uma gravidez o corpo lúteo é responsável pela produção de progesterona. Nas gestantes a progesterona é um hormônio importante para a manutenção da gravidez, sendo produzido inicialmente pelo corpo lúteo e após 12 semanas pela placenta.

Como o corpo lúteo é formado?

Dentro dos ovários, os óvulos são armazenados dentro de estruturas chamadas folículos primários. Ao nascer uma mulher possui milhões de folículos primários em cada ovário. Um folículo primário nada mais é do que um óvulo envolvido por uma camada de células chamada de granulosa. Durante cada ciclo menstrual um folículo primário é recrutado. Isto significa que ele é escolhido como folículo do mês para ser amadurecido e ovular. Durante o processo de amadurecimento do folículo a camada de células da granulosa fica mais espessada.

As células da granulosa produzem líquido formando um pequeno cisto que cresce progressivamente. Ao ultrassom é possível ver os folículos estimulados como pequenos cistos que medem cerca de 10 mm ou mais. A medida que o ciclo ovariano progride, as células da granulosa se multiplicam cada vez mais e produzem mais e mais líquido, fazendo o folículo crescer cerca de 3 mm por dia.

Folículo Ovariano

Na imagem podemos ver um ovário com um folículo estimulado (imagem grande em preto arredondada) e outros folículos menores e não estimulados (pequenas imagens arredondadas na periferia do ovário).

Como ocorre a ovulação?

Quando o folículo atinge 24-25 mm de diâmetro ele rompe, como um balão que ficou muito cheio. Neste momento o óvulo que estava dentro do folículo é jogado pra fora do ovário.

Momento da Ovulação Humana

Momento da ovulação visto durante um exame de videolaparoscopia. O óvulo que está sendo liberado está marcado pela seta.

Logo após a ovulação ocorre um pequeno sangramento geralmente auto-limitado o que forma o corpo hemorrágico que em seguida se torna amarelo, dando origem ao corpo lúteo (do latim corpo amarelo). O corpo lúteo é formado pelas células da granulosa e tem grande importância no ciclo menstrual pois secreta um hormônio chamado progesterona. Ele possui colocação amarela em função da luteína que é o hormônio presente nele.

Corte macroscópico de um ovário mostrando o corpo lúteo

Corte de um ovário mostrando o corpo lúteo na parte superior.

O corpo lúteo é relativamente grande em relação ao ovário, tendo cerca de 2 a 5 cm. A função do corpo lúteo é preparar o útero e manter a gravidez até que a placenta comece a secretar a progesterona. Caso não ocorra a fecundação o corpo lúteo vira uma pequena cicatriz esbranquiçada chamada corpo albicans.

Todo este ciclo é possível de ser estudado e acompanhado ao ultrassom com o exame chamado controle de ovulação.

Qual é a função do corpo lúteo?

O corpo lúteo tem a função de produzir a progesterona. Estrogênio e progesterona são os dois principais hormônios envolvidos na ovulação e no ciclo menstrual da mulher. Na primeira fase do ciclo, chamada de fase folicular, um hormônio chamado FSH (hormônio folículo estimulante) é secretado pela hipófise. Ele faz com que o folículo ovariano cresça e se desenvolva até o momento onde ocorre a ovulação. Nesta fase os ovários produzem o estrogênio que junto com a progesterona irá ajudar a preparar o útero para a gravidez. No fim desta fase do ciclo menstrual a hipófise começa a secretar menos FSH e mais LH (hormônio luteinizante). O LH irá ajudar no amadurecimento do folículo para que ocorra a ovulação.

Após a ovulação temos a segunda fase do ciclo, chamada de fase lútea, onde o principal hormônio envolvido é a progesterona. Ela agora é produzida pelo corpo lúteo e irá provocar um espessamento do endométrio, preparando o útero para a implantação do ovo (nome dado ao óvulo fecundado). Essa fase do ciclo tem uma duração de aproximadamente 14 dias e caso não ocorra a fecundação os níveis de progesterona irão diminuir o que irá provocar o descamamento do endométrio, causando a menstruação.

Por outro lado, caso a mulher tenha relações sexuais e ocorra a fecundação o ovário irá continuar a produção de progesterona. Ela será responsável por dar suporte a gravidez até que a formação da placenta esteja completa. Com cerca de 12 semanas de gravidez a placenta assume o papel do corpo lúteo e passa a produzir a progesterona que será fundamental na manutenção e suporte da gravidez.

Quanto tempo o corpo lúteo fica no ovário?

Caso não aconteça a gestação o corpo lúteo permanece por cerca de duas semanas até se tornar o corpo albicans (branco, do latim). Por outro lado, caso ocorra a gestação, o corpo lúteo irá produzir progesterona até aproximadamente a 12ª semana de gestação, quando então a placenta irá tomar essa função.

O que significa a progesterona baixa?

A produção de progesterona é fundamental para a regulação dos ciclos menstruais e para o desenvolvimento normal da gravidez. Mulheres que tem níveis baixos de progesterona podem ter menstruação irregular.

Além disso, quando a progesterona é muito baixa no início da gravidez isto pode causar uma perda gestacional. Esta situação é conhecida como insuficiência de corpo lúteo. Nos casos onde a produção de progesterona é insuficiente o seu médico poderá recomendar o uso de progesterona exógena para tratar a insuficiência de corpo lúteo.

O diagnóstico de insuficiência de corpo lúteo é difícil e deve ser feito pelo seu médico. Em casos de perdas gestacionais recorrentes o seu obstetra poderá prescrever progesterona para evitar uma perda gestacional.

Quando o corpo lúteo aparece no ultrassom?

Caso você faça um ultrassom logo após ter ovulado, o médico poderá ver um corpo lúteo. É uma imagem escura (chamada tecnicamente de anecóica), cercada por um halo mais esbranquiçado. Muitas vezes é possível ver também que o corpo lúteo possui rica vascularização, quando associamos o Doppler ao exame de ultrassom.

Corpo Lúteo no Ultrassom

Imagem de um corpo lúteo ao ultrassom.

Apesar desta ser a forma mais comum do corpo lúteo, ele ainda pode assumir outras formas. Por exemplo, quando existe um sangramento mais abundante durante a ovulação ele pode ter características semelhantes a um hematoma. Neste caso é chamado de corpo lúteo hemorrágico. Outras vezes o corpo lúteo pode formar um cisto de dimensões um pouco maiores. Nesta situação recebe o nome de corpo lúteo cístico.

Ter um corpo lúteo no ultrassom significa que estou grávida?

Não. Ter um corpo lúteo no ultrassom significa que você ovulou. Entretanto, apesar de ter ovulado isto não significa necessariamente que você está grávida. Se você deseja engravidar é interessante determinar o seu período fértil e para isso possuímos no site uma calculadora que te ajuda a determinar o seu período fértil. Portanto o corpo lúteo pode aparecer no ultrassom após a ovulação, mesmo que você não esteja grávida.

Qual a importância do corpo lúteo para a gravidez?

Num primeiro momento, ainda durante a fase lútea do ciclo menstrual, a formação do corpo lúteo é importante para a gravidez no sentido em que prepara o endométrio para receber o óvulo fecundado. Neste momento, o principal objetivo do corpo lúteo é liberar progesterona para esta preparação.

Caso ocorra a gravidez a progesterona terá papel fundamental na manutenção da gestação. A progesterona ajuda o útero a crescer para que possa acomodar o bebê. Além disso ela evita que ocorram contrações, o que ajuda a manter a gravidez. Quando o útero tem muitas contrações nas fases iniciais da gestação isto pode levar a uma perda gestacional.

Em algumas pacientes com risco aumentado para parto prematuro a progesterona também tem sido usada com sucesso para ajudar a extender o tempo de gravidez.

Categorias: Dúvidas, Gestantes, Termos
Data: 04/09/2020   3446 Views