Formigamento e dormência nas mãos e pés

Categorias: Dúvidas, Gestantes, Sintomas de Gravidez
Data: 16/11/2020   134 Views  

A gravidez é um momento especial na vida de uma mulher, cheia de expectativas e preocupações em relação à saúde do bebê. Entretanto, a saúde da gestante também precisa de cuidados e atenção.

Uma reclamação muito frequente entre as gestantes, principalmente a partir do quinto mês de gravidez, é o formigamento e dormência nas mãos e pés que pode gerar muita insegurança.

Formigamento e Dormência nas Mãos e Pés

O que causa a sensação de formigamento e dormência nas mãos e nos pés?

Em ambos os casos a causa costuma ser comum da gravidez, os inchaços e a retenção de líquidos que acabam comprimindo os nervos das mãos ou dos pés.

No caso da dormência e formigamento nas mãos o problema é conhecido como a Síndrome do Túnel do Carpo, que acontece quando o nervo mediano, que passa pelo pulso e base da mão, é comprimido. Também podem acontecer pequenos “choques” nas mãos, principalmente nos dedos.

O “carpo” é a estrutura óssea do punho, que conecta o antebraço à mão. Nessa estrutura passa o nervo mediano que é responsável pelo movimento de tato do polegar, do dedo médio e indicador.

O problema também pode ser resultado da má circulação sanguínea, mais uma vez causada pela compressão. Essa costuma ser a causa das sensações desagradáveis nos pés.

Mas é importante manter atenção aos sintomas e sempre procurar o médico caso a dormência e o formigamento sejam muito desconfortáveis ou se outros sintomas surgirem, principalmente se aparecem dores, vertigens e aumento de pressão sanguínea.

A preocupação é para o risco da pré-eclâmpsia, que acontece em cerca de 5% das gravidezes.

O que fazer para minimizar a dormência e o formigamento?

Quando a dormência e o formigamento são causados pelo inchaço e pela retenção de líquidos comum da gravidez, os sintomas desaparecem naturalmente após o parto.

Entretanto, como normalmente esses desconfortos surgem ainda no quinto ou sexto mês de gravidez, a gestante pode pedir orientações ao médico para minimizar o problema.

Em geral, as recomendações são as mesmas para quem sofre de retenção de líquidos fora da gravidez, como:

  • Fazer repouso sempre que possível;
  • Praticar exercícios leves e terapêuticos, evitando movimentos repetitivos;
  • Reduzir a quantidade de sal na alimentação;
  • Aumentar o consumo de água durante o dia;
  • Manter as pernas e as mãos elevadas quando em repouso;
  • Evitar dormir com as mãos embaixo do corpo;
  • Fazer drenagem linfática;

Os sintomas desaparecem, em média, 10 dias após o parto, conforme o inchaço diminui. Se não acontecer é importante procurar o médico para verificar as causas e os possíveis tratamentos.

É possível prevenir?

Cuidar da alimentação desde o início da gestação é a melhor forma de prevenir a dormência e o formigamento nas mãos e nos pés. Comer alimentos saudáveis e funcionais, evitar o excesso de sal e ingerir bastante água são as dicas mais eficientes.

Além disso, é preciso também ter cuidado com os movimentos repetitivos na região do punho e com os esforços excessivos no dia a dia.

Quer saber tudo sobre gravidez e se manter informada sobre as principais novidades para as futuras mamães? Assine a nossa newsletter e acompanhe os novos conteúdos do blog.

Categorias: Dúvidas, Gestantes, Sintomas de Gravidez
Data: 16/11/2020   134 Views