Uma vacina de mRNA contra SARS-CoV-2 – Relatório Preliminar

Categorias: Artigos, Médicos
Data: 15/07/2020   217 Views  
Lisa A. Jackson, M.D., M.P.H., Evan J. Anderson, M.D., Nadine G. Rouphael, M.D., Paul C. Roberts, Ph.D., Mamodikoe Makhene, M.D., M.P.H., Rhea N. Coler, Ph.D., Michele P. McCullough, M.P.H., James D. Chappell, M.D., Ph.D., Mark R. Denison, M.D., Laura J. Stevens, M.S., Andrea J. Pruijssers, Ph.D., Adrian McDermott, Ph.D., et al., for the mRNA-1273 Study Group

N Engl J Med. 2020 Jul 14. doi: 10.1056/NEJMoa2022483. Online ahead of print.

Resumo

A Síndrome Respiratória Aguda Grave por Coronavírus 2 (SARS-CoV-2) surgiu no final de 2019 e se espalhou globalmente, levando a um esforço internacional para acelerar o desenvolvimento de uma vacina. A vacina candidata mRNA-1273 codifica a proteína de pico de preferência estabilizada SARS-CoV-2.

Método

Realizamos um estudo de fase 1, com escalonamento de dose e aberto, incluindo 45 adultos saudáveis, com idades entre 18 e 55 anos, que receberam duas vacinas, com 28 dias de intervalo, com mRNA-1273 na dose de 25 μg, 100 μg ou 250 μg. Havia 15 participantes em cada grupo de dose.

Resultados

Após a primeira vacinação, as respostas de anticorpos foram mais altas com doses mais altas (dia 29 do teste imunoabsorvente enzimático – Titulação Média Geométrica (GMT) do anticorpo anti-S-2P, 40.227 no grupo de 25 μg, 109.209 no grupo de 100 μg e 213.526 no grupo de 250 μg). Após a segunda vacinação, os títulos aumentaram (dia 57 GMT, 299.751, 782.719 e 1.192.154, respectivamente).

Após a segunda vacinação, a atividade de neutralização do soro foi detectada por dois métodos em todos os participantes avaliados, com valores geralmente semelhantes aos da metade superior da distribuição de um painel de amostras de soro convalescente de controle. Os eventos adversos informados que ocorreram em mais da metade dos participantes incluíram fadiga, calafrios, dor de cabeça, mialgia e dor no local da injeção. Os eventos adversos sistêmicos foram mais comuns após a segunda vacinação, particularmente com a dose mais alta, e três participantes (21%) no grupo de doses de 250 μg relataram um ou mais eventos adversos graves.

Conclusão

A vacina mRNA-1273 induziu respostas imunes anti-SARS-CoV-2 em todos os participantes, e não foram identificadas preocupações de segurança limitadoras de estudos. Esses achados suportam a continuidade do desenvolvimento desta vacina. (Financiado pelo National Institute of Allergy and Infectious Diseases e outros; mRNA-1273 número ClinicalTrials.gov, NCT04283461. Abre em uma nova guia).

Artigo original: An mRNA Vaccine against SARS-CoV-2 – Preliminary Report

Categorias: Artigos, Médicos
Data: 15/07/2020   217 Views