Sildenafil não deve ser prescrito para RCIU

Categorias: Artigos, Médicos
Data: 07/08/2018   392 Views  

O Sildenafil (Viagra) foi considerado como um candidato para tratamento da restrição de crescimento intra-uterino. Uma vez que não existe hoje terapia para restrição do crescimento fetal (RCIU) devido à insuficiência placentária. Assim sendo o manejo atualmente é definir o melhor momento para o parto. Para isso deve-se equilibrar os riscos de morte intra-uterina com os da prematuridade devido ao parto prematuro.

Sildenafil na Restrição de Crescimento Intra-Uterino

O Estudo Strider com Sildenafil

A intervenção farmacológica para melhorar a função placentária pode ser uma maneira de superar esse dilema. Com o intuito de explorar o uso do sildenafil para o tratamento da RCIU, o consórcio STRIDER (International Sildenafil TheRapy In Dismal prognosis Early-onset intrauterine growth Restriction) foi estabelecido em 2011. Dessa forma realizaram o primeiro estudo randomizado controlado por placebo em humanos.

Anteriormente, os estudos animais e pré-clínicos, bem como uma pequena série de casos-controle em humanos, apoiaram a hipótese de que esse vasodilatador seletivo poderia melhorar o fluxo sanguíneo uteroplacentário. Portanto poderia melhorar o crescimento o bem-estar fetal, permitindo o prolongamento seguro da gravidez.

O Consórcio estava realizando quatro estudos: no Reino Unido (publicado), Austrália / Nova Zelândia (finalizado e analisado);  Holanda e Canadá (em andamento). Entretanto durante a última semana, foi tomada a decisão de interromper o estudo na Holanda. Uma análise interina independente e planejada mostrou um sinal de dano potencial. Ocorreu um aumento na incidência de hipertensão pulmonar persistente do recém-nascido e uma tendência não significativa de morte neonatal. Ao mesmo tempo que o benefício era improvável (uma alta chance de futilidade do estudo para mostrar um efeito benéfico significativo).

Os testes anteriores do Reino Unido e Austrália / Nova Zelândia não demonstraram benefício, mas também não demonstraram danos. Os resultados estão sendo levados muito a sério pelo Consórcio, e uma análise completa e detalhada dos dados está sendo realizada. Durante esse período e até que surja clareza sobre os efeitos do tratamento com sildenafil na RCIU, ele não deve ser prescrito para o RCIU fora do contexto de ensaios clínicos randomizados de alta qualidade.

Fonte: https://goo.gl/mPPYkU

Categorias: Artigos, Médicos
Data: 07/08/2018   392 Views