Colostro: o primeiro leite do seu bebê

Categorias: Dúvidas, Gestantes
Data: 22/07/2022   32 Views  

Se você está grávida, deve ter ouvido falar do colostro – o líquido espesso e amarelado que o seu bebê recebe durante as primeiras semanas de vida. O colostro é o primeiro leite que seu seio produz, ainda antes mesmo do seu bebê ter nascido.

O colostro já é produzido a partir de 16 semanas de gestação. Algumas mulheres podem começar a vazar um pouco de colostro pelos seios por volta de 28 semanas. Não se preocupe se isto lhe acontecer – é perfeitamente normal. Se você não tiver colostro durante a gestação não se preocupe. Isso não significa que você não terá leite. Algumas mulheres terão o colostro apenas depois do parto.

Por que o colostro é importante para o recém-nascido?

O colostro está repleto de nutrientes e anticorpos que ajudam a proteger o seu bebê durante essas primeiras semanas de vida. Os anticorpos contidos no colostro servem como vacinas, permitindo que a mãe transmita imunidade ao bebê contra muitos germes que poderiam prejudicá-lo. Há uma concentração muito maior desses anticorpos no colostro do que no leite materno maduro.

Comparação do Colostro com o Leite Maduro

Comparação do aspecto do Colostro com o Leite Maduro

Ele também tem uma composição diferente do leite maduro. Possui menos gordura e é mais rico em lactose do que em leite maduro, o que facilita a digestão do seu bebê. Ele também contém os nutrientes que os recém-nascidos precisam para o desenvolvimento saudável do cérebro, coração e sistema nervoso central. Por isso as vantagens do seu bebê receber colostro são:

O colostro melhora o funcionamento do intestino do bebê e combate as infecções

Enquanto o bebê ainda está em desenvolvimento na barriga da mamãe o seu intestino ainda é imaturo e não tem muita proteção contra bactérias e outros agentes infecciosos. Após o parto, o recém nascido entra em contato com bactérias, vírus e outros agentes agressores.

Nessa hora o sistema imune precisa proteger o bebê de fatores agressores que podem entrar pelo trato gastrointestinal. Basta lembrar que, por mais cuidado que a mamãe tenha um pequeno descuido e o bebê coloca o que vê pela frente na boca. Por isso é muito importante que o intestino possua fatores antimicrobianos, como as imunoglobulinas e glóbulos brancos, presentes no colostro.

O colostro ajuda a evitar a icterícia

O colostro também ajuda a previnir as alergias e diarréias. Ele tem uma atividade laxante, fazendo que o risco de icterícia seja menor. Além disso o colostro atua sobre as células do trato gastrointestinal ajudando na sua maturação e desenvolvimento.

Vitaminas e minerais importantes estão presentes no colostro

O colostro é rico em carotenóides e vitamina A que dão a sua cor amarelada típica. A vitamina A é importante para a visão do bebê, bem como para a manutenção de uma pele saudável e dos sistemas imunológico.

O colostro ajuda o desenvolvimento do bebê como um todo

Os cientistas ainda estão a tentando descobrir o papel de alguns dos nutrientes presentes no colostro. No entanto, é certo que esse líquido amarelo é importante para o desenvolvimento e a saúde do bebê. E como a sua composição é semelhante a do líquido amniótico é uma ótima substância para fazer a transição com os alimentos presentes no mundo exterior.

Reduz a mortalidade infantil

As vantagens da amamentação em geral para o bebê são tantas, que é bastante claro que a amamentação reduz a mortalidade infantil. Por isso comece a amamentar o seu bebê já desde a primeira hora de vida. Se tiver dificuldades em amamentar procure um profissional de saúde para orientações ou um banco de leite humano. Nos bancos de leite os profissionais estão bastante treinados para orientar e ajudar você com a amamentação.

Com quantos meses começa a sair o colostro?

Apesar de já ser produzido desde a metade da gestação, o colostro apenas é expelido pela mama após o parto, quando o bebê começa a sugar o seio da mãe.

É importante saber que a composição do colostro pode variar um pouco de acordo com cada fase da gestação. Portanto é o alimento ideal mesmo para um bebê prematuro.

Sair colostro é sinal de parto?

Como o colostro já é produzido desde a metade da gestação, eventualmente pode ocorrer a saída de uma pequena quantidade de colostro na mama. Isto é considerado normal e não necessariamente é um sinal de parto. Se você acha que pode estar em trabalho de parto recomendamos que leia o post sobre como saber se você está em trabalho de parto.

Quem tem colostro, tem leite materno?

Não necessariamente. Ter colostro não significa que você terá uma boa produção de leite materno. E o inverso também! Se você não tem colostro não se preocupe. Você poderá ter bastante leite materno mesmo que não tenha colostro.

Quanto tempo dura o colostro?

O colostro é produzido por apenas alguns dias após o parto, mas muda gradualmente para leite maduro ao longo de algumas semanas. Aos dez dias pós-parto, a maioria das mães tem muito pouco colostro e os seus seios produzem sobretudo leite maduro.

Qual a composição do colostro

O colostro é constituído por água, lactose, proteínas, gordura, vitaminas e minerais. Contém também imunoglobulinas (anticorpos) que ajudam a proteger o seu bebê de infecções.

ComponenteColostro (g/dl)Leite de Transição (g/dl)Leite Maduro (g/dl)
Proteína3,10,90,8
Gordura2,13,94,0
Lactose4,15,46,8
Oligossacarídeos2,4--1,3

A cor amarelada do colostro é decorrente da presença de carotenóides (um antioxidante) e da vitamina A. A vitamina A desempenha um papel vital na visão, na pele e no sistema imunitário do seu bebê. O colostro também é rico em magnésio, que é importante para o coração e os ossos do bebê, e cobre e zinco, que também atuam na imunidade.

Diferenças entre o colostro e o leite maduro

O leite materno passa por três diferentes fases: o colostro, o leite de transição e leite maduro. A maturação do leite ocorre aos poucos. Como o próprio nome diz, o de transição é produzido no período intermediário entre o colostro e o maduro. Sua composição, portanto, se modifica de forma gradual e progressiva.

Fases do Leite Materno e Colostro

As fases do leite materno e colostro.

As principais diferenças entre o leite materno e o colostro são:

  • O colostro é composto por imunoglobina para estimular o sistema imunológico do bebê e protegê-lo de doenças;
  • O colostro tem duas vezes mais proteína;
  • O colostro tem quatro vezes mais zinco;
  • O colostro é tem menos gordura e açúcar, e por isso é mais fácil de digerir;
  • O colostro é mais espesso e mais amarelado.

Como posso obter colostro para o meu bebê?

A melhor maneira de obter colostro para o seu bebê é amamentá-lo o mais cedo possível após o nascimento. Isto irá fortalecer a saúde do recém nascido.

Por isso a orientação dos médicos de amamentar logo após o nascimento.

Além de ser uma demonstração de carinho esse momento da mulher com o recém nascido é importante e fundamental para redução da morbidade e mortalidade neonatal. O colostro é fundamental para o bebê, já que estimula o sistema imunológico e a saúde do recém nascido.

Categorias: Dúvidas, Gestantes
Data: 22/07/2022   32 Views