Ultrassonografia transvaginal

Também chamada de Ecografia Endovaginal, é um exame ultrassonográfico feito com uma sonda especial colocada no interior da vagina. A bexiga deve estar vazia. Sua grande vantagem em relação ao exame tradicionalmente feito por sobre a pele é a de poder visualizar estruturas e órgãos pélvicos como o útero e os ovários com maior proximidade e maior resolução de imagem.

O exame não é doloroso, é rápido e pode ser realizado em qualquer clínica de diagnóstico por imagens, com prescrição médica. Ele não emite radiação, porque utiliza ondas de som para produzir suas imagens. Por isso, não existe risco algum para a saúde da paciente ou do médico.

Este exame está indicado para avaliação dos órgãos pélvicos (útero e ovários) e para avaliação da gestação inicial (até 11 semanas). Em algumas condições especiais como a avaliação do sistema nervoso central do feto e do colo uterino para determinação de risco de parto prematuro a ultrassonografia transvaginal também pode estar indicada em idades gestacionais mais avançadas.

Além disso, o ultrassom transvaginal também ajuda a identificar a posição do DIU (dispositivo intrauterino) no útero e faz parte do acompanhamento de diagnósticos de infertilidade, como a endometriose, e tratamentos de fertilização.

Não há nenhuma contraindicação para fazer o exame menstruada ou com algum sangramento irregular, apesar de algumas mulheres se sentirem desconfortáveis nesse período. Só é preciso remover absorventes internos ou coletores menstruais, se estiverem sendo utilizados.

Também não há problema em ter relações sexuais antes do exame. O transdutor será revestido por um preservativo, então mulheres com sensibilidade ou alergia ao látex precisam informar isso ao médico. O exame não é indicado para as mulheres que ainda não tiveram relações sexuais, salvo por indicação médica específica.

Também não é comum que a mulher sinta alguma dor durante ou depois do exame. Pacientes que sofrem de vaginismo, ansiedade ou outra condição que provoque contração da musculatura vaginal e dificultem a introdução do transdutor também devem informar isso para seu médico.

 

Solicite um Pré-agendamento de Exame Pré-agendamento WhatsApp